Carlos Eduardo Magalhães

44 anos - Cineasta

Como uma montanha russa, por muito tempo vivi entre uma felicidade exacerbada e uma tristeza profunda. Não conseguia ter um equilíbrio emocional. Relutei muito em procurar ajuda, tinha casos na minha família de depressão, de pessoas muito próximas, como minha mãe e minha irmã. Mas eu achava que comigo nunca ia acontecer. Só que aconteceu. Ai o trabalho perdeu valor, a vida em família também. Vontade de entregar os pontos e desistir. Bem falo de uma fase que felizmente já passou. Até por isso hoje tenho animo pra estar dançado e aprendendo a dançar com o Ivaldo. Sua disciplina está me fazendo muito bem. Mexendo o corpo, se expondo na dificuldades. Momento único na vida. Que vai virar um espetáculo. Não vejo a hora!

Voltar